Delegacia de estelionato recupera carro que foi subtraído por falso oficial de justiça

951

Policiais civis da delegacia de estelionato de Maringá, com o apoio de investigadores da cidade de Altônia, recuperaram nesta quinta-feira, 2 de julho, um veículo modelo VW Voyage ano 2014 na cor branca, que tinha sido subtraído por um falso oficial de justiça. O crime foi praticado no dia 30 de junho. A mulher que procurou a delegacia para registrar o boletim de ocorrência, relatou aos policiais, que o carro pertence ao seu filho. Inclusive o rapaz se encontra acamado por conta de uma enfermidade. Ela disse que o indivíduo chegou até a residência da família, e se identificou como oficial de justiça. O homem tinha em mãos um suposto mandado de busca e apreensão.

Segundo o golpista, devido ao atraso de algumas parcelas do financiamento do veículo, ele teria que levar o automóvel da família. O estelionatário apresentou para a moradora o falso documento de apreensão. Em poucos minutos o indivíduo acionou um caminhão guincho e subtraiu o Voyage. No dia seguinte, a vítima percebeu que o suposto documento de busca e apreensão apresentado a ela pelo indivíduo, era fajuto, não tinha validade nenhuma (falso). Inclusive o documento apresentava um tremendo erro ortográfico, “BUSCA DE MANDADO E APREENÇÃO”. O estelionatário ao confeccionar o suposto documento, escreveu a palavra APREENSÃO usando a letra “Ç”.

Ao tomar conhecimento do caso, o delegado Dr.Fernando Gomes Garbelini, titular da delegacia de estelionato, designou uma equipe para investigar o crime. Em diligências os policiais descobriram que o carro já tinha sido vendido para uma pessoa que reside na cidade de Altônia (240km de Maringá). O carro foi recuperado, porém o falso oficial de justiça não foi localizado. Ao tomar conhecimento que o veículo havia sido encontrado pela polícia, a vítima começou a chorar de emoção e agradeceu aos investigadores pelo trabalho realizado. Os agentes da PC seguem apurando os fatos e tentam localizar o estelionatário.