PM prende suspeito de ter praticado o primeiro homicídio do ano em Marialva

1331

Policiais Militares da equipe Rotam de Ivaiporã-Pr, prenderam nas últimas horas um homem (Maurício Calistro) suspeito de ter praticado o primeiro homicídio do ano (2021) na cidade de Marialva, região de Maringá. A polícia chegou até o suspeito através de uma denúncia anônima. Contra o mesmo há um mandado de prisão pelo crime de homicídio. O crime ocorreu no dia 02 Janeiro, no quintal de uma residência situada na Avenida Floriano Peixoto, área central da cidade de Marialva. Na ocasião Carlos Roberto Gomes, de 32 anos, conhecido como “Charlinho”, foi executado na frente da família. A polícia civil realizou todo o trabalho investigativo, e identificou os possíveis envolvidos na execução e representou pela prisão dos suspeitos. O homem preso em Faxinal, nega ter envolvimento no homicídio. Na casa dele a PM encontrou uma certa quantidade de entorpecente, além de anotações relacionadas ao tráfico de drogas. O indivíduo foi conduzido até a delegacia de Polícia Civil para serem tomadas as providências cabíveis. Possívelmente nas próximas horas ele deverá ser transferido para o mini-presídio de Marialva, que fica anexo ao prédio administrativo da DP.

Informações do Repórter Berimbau “Equipe Pinga Fogo”

DETALHES DO HOMICÍDIO 

A cidade de Marialva (à 19 quilômetros de Maringá) registrou na noite deste sábado, (2), o primeiro homicídio do ano. Carlos Roberto Gomes, de 32 anos, conhecido como “Charlinho”, foi executado na frente da família. O crime ocorreu no quintal de uma residência situada na Avenida Floriano Peixoto, área central da cidade. De acordo com o Tenente Correia, (04°BPM), a vítima estava no interior da casa, quando alguém o chamou pelo nome. Ao sair para atender o suposto chamado, o morador foi surpreendido por uma dupla que havia invadido o quintal da residência, sendo que um dos indivíduos portava uma pistola.

Sem nenhuma conversa, o homem armado apontou a pistola na direção do rapaz e efetuou cerca de 15 disparos. Ao menos 6 tiros atingiram o morador que teve morte instantânea. Após cometerem a execução, os criminosos fugiram a princípio em um carro de cor escura. Familiares da vítima que estavam na casa, acionaram o socorro e a Polícia Militar. Quando as equipes de resgate chegaram no local, “Charlinho”, já estava em óbito.

Equipes da PM realizaram diligências, porém os suspeitos não foram encontrados. O crime já está sob investigação por parte da Polícia Civil. A vítima já contava com antecedentes criminais.