Acidente no centro de Maringá deixou uma vítima em estado grave

720

Um jovem ficou gravemente ferido em um acidente de trânsito envolvendo dois carros no centro de Maringá, na manhã deste sábado (7). Conforme o registro policial, um dos veículos seguia pela Avenida Brasil quando foi atingido pelo outro, no cruzamento com a Avenida Duque de Caxias.

O Gol era ocupado por três pessoas. Infelizmente uma delas precisou ser intubada pela equipe médica do Samu, e na sequência encaminhada para o Hospital Metropolitano de Sarandi.

O motorista e uma outra passageira sofreram ferimentos leves. Já o condutor do Chevrolet Prisma não se feriu. Várias equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionadas para atenderem a ocorrência de grande proporção.

Agressão

Enquanto as equipes de resgate prestavam atendimento às vítimas, um deficiente auditivo parou no local do ocorrido para registrar uma foto. A passageira do automóvel que estava bastante alterada gritou para ele não tirar a foto. Como ele não fala e não escuta, continuou registrando as imagens através do aparelho celular.

Na sequência ele foi agredido com um soco pelo ocupante do WV Gol, um jovem de 25 anos. Ao cair desacordado no chão, ele ainda recebeu vários chutes. A passageira do Gol que é irmã do motorista, passou a pisar na cabeça do deficiente auditivo.

Socorristas do Corpo de Bombeiros e Samu que tentaram afastar os agressores também foram agredidos. Uma equipe da Polícia Militar, foi acionada e quando tentou dar voz de prisão para os agressores, o motorista que já estava ferido, resistiu à prisão e precisou ser contido pelos policiais. Ele foi encaminhado para o Hospital Universitário. Assim que receber alta médica será conduzido até a delegacia de Polícia Civil, para serem tomadas as providências cabíveis.

A passageira também recebeu voz de prisão e foi detida. O deficiente auditivo foi encaminhado ao Hospital Universitário com ferimentos considerados moderados. O motorista do Chevrolet Prisma realizou o teste do etilômetro, que apontou que ele não havia ingerido bebida alcoólica.