Denarc Maringá prende casal que vendia sementes e mudas de maconha

839

Agentes da Divisão Estadual de Narcóticos Núcleo de Maringá (Denarc), prenderam na tarde desta sexta-feira, 24 de junho, um casal que mantinha uma empresa especializada em vendas de plantas, porém estavam comercializando sementes de maconha, substratos para o cultivo do entorpecente, além de mudas da droga.

Na embalagem que era colocado o produto ilícito, tinha uma etiqueta – espécie de um rótulo, orientando o “consumidor” como cultivar a droga. Segundo o delegado titular da Denarc-Maringá, Leandro Roque Munin, os investigadores vinham monitorando o casal, após tomarem conhecimento que eles recebiam sementes de maconha, via correios.

O cão farejador do grupo NOC (Núcleo de Operações com Cães) identificou em um das centrais de distribuição dos correios, embalagens que continham as sementes da maconha. Na sequência os agentes da PCPR, lograram êxito na identificação do endereço que iria receber a mercadoria ilícita.

Em diligências, os investigadores perceberam uma movimentação intensa na casa dos suspeitos. No momento que um motoboy chegava no imóvel para coletar uma encomenda para entrega, os policiais realizaram a abordagem do casal. Para a surpresa dos agentes, no imóvel foi encontrada uma estufa com diversas mudas de maconha, sementes, entre outros itens utilizados no cultivo do entorpecente.

Além do casal, na residência situada na zona sul da cidade, havia duas crianças (filhos) dos suspeitos. Marido e mulher receberam voz de prisão e foram conduzidos até a sede da Denarc-Maringá, para a lavratura do flagrante. O motoboy foi liberado. Segundo a autoridade policial, ele não sabia do conteúdo da encomenda. O casal foi autuado no crime de tráfico de drogas e organização criminosa.