Indivíduo que praticou assalto em velório é morto a tiros em Marialva

1629

As autoridades policiais do município de Marialva, na região de Maringá, estão investigando o primeiro assassinato do ano registrado na cidade. Ricardo Fabiano dos Santos de 44 anos, foi alvejado por ao menos três tiros e morreu na hora. O homicídio ocorreu por volta das 01:30 da madrugada deste sábado (11/01), na Avenida Cristóvão Colombo, área central da cidade. A cena do crime foi isolada pelos órgãos competentes. No local não foram encontradas cápsulas de arma de fogo, indicando que possivelmente o assassino usou um revólver para matar o ex-presidiário que era conhecido no mundo do crime pelo apelido de “Nego Ricardo”.

Policiais Civis estão em busca de imagens registradas por câmeras de segurança instaladas em estabelecimentos comerciais, para tentar identificar o criminoso e esclarecer o homicídio. A princípio antes de ser morto, Nego Ricardo havia se envolvido em uma confusão. A polícia apura os fatos.

A vítima que já contava com uma extensa ficha criminal, havia saído da cadeia há poucos dias atrás. Em um terreno baldio situado nas proximidades do local onde o crime aconteceu, policiais militares encontraram uma tornozeleira eletrônica que pertencia ao homem executado.

No ano de 2014, Ricardo invadiu um velório que acontecia na capela mortuária da cidade e praticou o assalto contra as pessoas que estavam na capela. Na ocasião a ação criminosa foi registrada por câmeras de monitoramento e gerou revolta na sociedade Marialvense. Nego Ricardo era considerado um indivíduo de alta periculosidade.