Pessoa com síndrome de down é socorrida em estado grave ao se afogar em parque aquático

1977

A equipe do Aeromédico Samu Maringá (saúde 10), e uma guarnição do Siate, entraram em ação mais uma vez no início da tarde deste domingo (12/01), para salvar uma vida. Desta vez as equipes de resgate foram acionadas, para comparecerem em um parque aquático, situado as margens da PR-317, no município de Iguaraçu. Pois no local havia uma vítima de afogamento, e infelizmente o quadro clínico era considerado crítico.

Nicolau Inácio Lusk, de 37 anos, que tem síndrome de down, estava na companhia de familiares quando passou mal em uma das piscinas do clube, e acabou se afogando. De imediato os salva-vidas e socorristas que trabalham no parque, retiraram a vítima da água e deram início ao atendimento a pessoa afogada que se encontrava inconsciente.

Por vários minutos foi realizada a chamada manobra de reanimação, já que há vítima não apresentava pulsação. Um médico do Samu que estava no parque se divertindo com familiares e amigos, tomou conhecimento do ocorrido e se apresentou como profissional da saúde, e auxiliou no atendimento. Durante o processo de massagem cardíaca, a vítima reagiu aos procedimentos e rapidamente foi transportada pelo helicóptero do Samu até o HU de Maringá.

Segundo a médica Cássia Izzo do Samu Maringá, a vítima corre risco de morte. As circunstâncias do ocorrido serão apuradas pelos responsáveis do clube, além dos órgãos competentes. Esse não é o primeiro incidente que ocorre no local. Recentemente uma criança se afogou no parque. O menino foi socorrido em estado grave, e após uma semana internado no Hospital Metropolitano de Sarandi, a criança se recuperou e recebeu alta médica.